quarta-feira, 25 de maio de 2016

CORDEL

ISSO É PAIDÉGUA DE BOM / E TEM NO MEU SERTÃO


CUM LICENÇA PADIM CIÇO
VOU FALAR DO MEU TORRÃO
DAS COISAS QUE TEM AQUI
APREGADA NESSE CHÃO
COMEÇO FALANDO DE DOM
ISSO É PAIDÉGUA DE BOM
E TEM NO MEU SERTÃO

DOM DE SER VIOLEIRO
REPENTISTA DA CANÇÃO
ABOIADOR NORDESTINO
DAS FESTAS DE APARTAÇÃO
DE VIOLA TIRANDO SOM
ISSO É PAIDÉGUA DE BOM
E TEM NO MEU SERTÃO

TEM TOMBÉM NO NORDESTE
PRAS BANDAS DO RINCÃO
MININO QUE BRINCA CUM OSSO
CHAMANDO DE BOI SANSÃO
COM A BOCA FAZENDO MON
ISSO É PAIDÉGUA DE BOM
E TEM NO MEU SERTÃO

UMA VEIA BATENDO ROUPA
NA BOCA DUM CACIMBÃO
METENDO O CASSETE
DISPOIS DE PASSAR SABÃO
A PAULADA É QUEM DÁ O TOM
ISSO É PAIDÉGUA DE BOM
E TEM NO MEU SERTÃO

VAQUEIRO BEM MONTADO
NUM BOM CAVALO ALAZÃO
CORTANDO MATO FECHADO
ATRÁS DE BOI BARBATÃO
USANDO GIBÃO MARROM
ISSO É PAIDÉGUA DE BOM
E TEM NO MEU SERTÃO

UMA CABOCA FOIMOSA
CHEIROSA A LOÇÃO
DANÇADEIRA DE FORRÓ
XOTE, XAXADO E BAIÃO
NÃO IMPORTA QUAL O TOM
ISSO É PAIDÉGUA DE BOM
E TEM NO MEU SERTÃO

FORRÓ É EM LATADA
DE BARRO BATIDO NO CHÃO
ALUMIANDO TEM CANDEEIRO
O SOM É DE ACORDEÃO
FAZENDO FONRON-FON-FON
ISSO É PAIDÉGUA DE BOM
E TEM NO MEU SERTÃO

É CRIA TOMBÉM DAQUI
DAS QUEBRADAS DO SERTÃO
UM FAMOSO LECUTOR
CONHECIDO POR JATÃO
DEUS LHES DEU ESSE DOM
O CABRA É PAIDÉGUA DE BOM
E TEM NO MEU SERTÃO

TEXTO: JATÃO VAQUEIRO

ESTIAGEM

É grave a seca no Rio Grande do Norte
Resultado de imagem para SECA SERTÃO
Quase 70% dos municípios norteriograndenses estão em situação de emergência por causa da estiagem severa, que já dura mais de quatro anos

A situação de emergência está decretada em razão de desastre que incapacita o Estado ou o município atingido a responder pelas consequências sozinho e precisa, portanto, de auxílio complementar da União para as ações de socorro e recuperação. Para isso a Secretaria Nacional de Defesa Civil precisa reconhecer a condição.

NOTÍCIAS

Federação da Agricultura ganha ônibus pra inclusão digital rural
A FAERN – Federação da Agricultura do RN vai fazer inclusão digital nas comunidades rurais em um micro ônibus.
A aquisição foi fruto de uma reunião, hoje em Brasília, entre o Presidente da FAERN, José Vieira com o Presidente da CNA, João Martins da Silva Júnior.

A ação itinerante vai ampliar o atendimento, com mais informações e qualificação para os produtores rurais.

José Vieira e João Martins da Silva Júnior.

CULTURA

SEM REFORMA, MUSEU DO SERTÃO ESTÁ EM SITUAÇÃO DE ABANDONO
A situação do Museu do Sertão, que guarda a história do homem sertanejo e da cultura de Petrolina, no Sertão pernambucano, é precária. Isso é porque a estrutura que abriga objetos de antigos moradores da cidade, estão com o forro caindo e as paredes mofadas, o que compromete a história local.

O visitante que chega até ele pode até se surpreender com o que ainda pode ser visto, mas não exatamente pelas curiosidades e sim pela condição de abandono do Museu do Sertão. As paredes estão rachadas, o teto quebrado, tem até área isolada pra visitação. Por esses problemas, o local é um dos pontos turísticos pouco visitados na cidade.
No segundo pavilhão, onde estão subdivididos temas como indústria, feira livre, artesanato local e estadual, a situação se repete. A entrada para a terceira parte do Museu do Sertão, onde fica a ala religiosa, está fechada com cadeado depois que parte do teto caiu.

Pelo menos desde 2013, a reforma do Museu do sertão está sendo aguardada. O local não passa por reforma há cerca de 10 anos. Alguns objetos, inclusive, já estão quebrados, como uma das cadeiras que integra o acervo. Em março de 2015 o secretário executivo de Cultura de Petrolina, Ozenir Luciano, explicou que a reforma seria realizada. “O governo municipal vai elaborar este plano de reforma imediatamente. O orçamento já está tomado. Vamos fazer a licitação que deve durar em torno de 90 dias e a empresa vencedora do processo já vai estar disponível para iniciá-la”, disse o secretário há um ano.
A assessoria de comunicação foi procurada para explicar quando, de fato, deverá começar a reforma do Museu, já que uma empresa ganhou a licitação para fazer a obra, mas não respondeu ao questionamento.

Do G1

NOTÍCIAS

Ministro da Cultura toma posse e diz que pasta não servirá a "projeto de poder"
O presidente em exercício, Michel Temer, afirmou na tarde desta terça-feira (24) que "fatos equivocados em um dado momento podem gerar fatos positivos em outras ocasiões" e exemplificou a "posse individualizada" e "especial" do ministro da Cultura, Marcelo Calero. "Ao dar posse a Calero estou homenageando a cultura nacional", disse. Segundo Temer, os demais ministros tomaram posse de maneira informal e, por isso, a posse de Calero estava sendo registrada de forma individualizada e especial.

Em seu discurso, Calero disse que “o partido da cultura é a cultura”. “Estaremos sujeitos sempre a aquilo que a sociedade demanda, nunca a serviço de um projeto de poder. O financiamento público é uma ferramenta imprescindível para que a cultura cumpra sua tarefa elementar de sustentação da nacionalidade”, afirmou Calero.

O ministro destacou que quer marcar sua gestão por um “amplo, franco e produtivo” diálogo com os mais diversos segmentos da cultura. “Um diálogo que não seja um fim em si mesmo, mas que resulte em melhorias efetivas. Serei o ministro do diálogo, da ampliação da participação social, da busca de soluções que sejam fruto do debate e do entendimento”, acrescentou.

O diplomata e ex-secretário de Cultura do Rio havia sido anunciado secretário nacional da Cultura, mas, depois de pressões de artistas e servidores, Temer decidiu voltar atrás e recriar a pasta da Cultura. Assim, Calero foi alçado ao posto de ministro.

terça-feira, 24 de maio de 2016

CORDEL

ONDE OUVIR A VOZ DE DEUS !
Escuta-se a voz de Deus
Na brisa que sopra mansa
No voo das jaçanãs
No selo de uma aliança
Na conversa de um idoso
No riso de uma criança.

Na maré alta que avança
No canto do rouxinol
No despertar da aurora
Nas cores do arrebol
No rebuliço das ondas
No brilho da luz do sol.

Na concha do caracol
Na fúria da tempestade
No ronco da cachoeira
No grito de liberdade
No deleite da alegria
No transtorno da saudade.

Na prática da caridade
Nos momentos de surpresa
No leopardo valente
Na ovelhinha indefesa
Na imensidão do céu
Nas vozes da natureza.

No fogo da vela acesa
Na beleza do luar
Nos cânticos, nas orações
Nas cerimônias no altar
No cume da cordilheira
Nas profundezas do mar.

Na harmonia de um lar
Nos mistérios do além
Nas lutas em prol da paz
Nas fases que vida tem
Na ternura das mulheres
Nos homens que fazem o bem.

Na humildade de alguém
Na fraterna comunhão
No lustre do palafrém
Na ética do cidadão
Nos dons, na inteligência
Na grandeza da ciência
Na fragrância de uma flor
Na caminhada do povo
Nos sonhos de um mundo novo
Na transparência do amor.
Autor: Zé Bezerra

ENERGIA PELO VENTO

RN atinge marca dos 100 parques eólicos em operação
O Rio Grande do Norte atingiu marca de 102 parques eólicos em operação comercial. O feito foi alcançado no último sábado (21/05), após a entrada em operação comercial dos parques eólicos Baixa do Feijão I, II, III e IV. O empreendimento, de propriedade da EDP Renováveis, está localizado no município de Jandaíra, e possui 60 aerogeradores de 2 MW cada. O complexo adicionou 120 MW em potência instalada no RN.

Com a marca, o estado potiguar consolida a liderança frente ao segundo colocado, a Bahia, que possui 67 parques e 1,64 GW. Agora, o Rio Grande do Norte se torna o primeiro estado a alcançar 100 parques eólicos em operação comercial, com 2,8 GW em potência instalada, número este que representa mais de 30% de toda a potência eólica instalada do Brasil.

O Rio Grande do Norte é líder nacional em potência instalada e geração de energia eólica, tendo sido o primeiro estado brasileiro a alcançar a marca de 1 GW de potência instalada em maio de 2014. Em 2015, o RN quebrou um novo recorde alcançando os 2 GW nos mês abril. Atualmente, o RN possui a maior matriz eólica estadual do Brasil, com 84% de participação da fonte, e conta com mais de 1400 turbinas eólicas em operação comercial em todo o território.
http://tenentelaurentinoagora.blogspot.com.br/

MAIS NÉ NÃO PADIM!

FORÇA DE VONTADE

Empregada doméstica estudou com livros achados no lixo para se tornar juíza
Histórias de pessoas com poucos recursos e que, com um esforço e suor, conseguem atingir seus objetivos não são raras de serem encontradas e são, sempre, inspiradoras. Dessas que te dão vontade de seguir em frente quando você estava pensando em desistir. Antônia Maria Faleiros é a protagonista de um caso assim.

A mineira nascida em Serra Azul (MG) de empregada doméstica conseguiu se tornar uma juíza estudando com livros que encontrava no lixo.

Filha mais velha e com 5 irmãos, Antônia trabalhou aos 12 anos em um canavial no interior de Minas Gerais. Adorava ler tudo o que encontrava pela frente. Segundo ela, no “acampamento” do canavial, acendia uma lamparina em uma cabana para ficar lendo até tarde da noite.

E, paralelamente a esse emprego, Antônia conseguiu se formar no ginásio e fazer magistério. Tudo isso até os 17 anos, quando foi para Belo Horizonte para ser empregada doméstica. Na capital mineira, Antônia dormiu oito meses em um ponto de ônibus, por não ter onde passar a noite.

Durante esse tempo, ela se inscreveu para um concurso de oficial de justiça no Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Como não tinha dinheiro para comprar o material de estudos, Antônia pegava do lixo folhas borradas de um mimeógrafo que fazia apostilas de um cursinho preparatório.Ela ficou em terceiro lugar do concurso.

Depois dessa vitória, a então oficial de justiça foi estudar direito na Universidade e se tornou juíza.

Yahoo
Blog do BG

CAVALGADA

Prefeito Toinho do Miragem prestigia 1ª Cavalgada dos Amigos de Viçosa
A 1ª Cavalgada dos Amigos de Viçosa, aconteceu neste dia 22 de maio, tendo início no Santuário da Gruta com a benção do Padre Dário, e de lá saindo por algumas ruas de Viçosa até a zona rural. A cavalgada se estendeu até os sítios Sanharão, Queitatu, Pedras Ferradas, Caeira, Aracaju e pelo centro da cidade de Riacho da Cruz. Com uma organização de Raimundo Lopes, José Oliveira (vereador) e Marcondes, a cavalgada teve uma participação muito grande de cavaleiros com mais ou menos 200 cavalos, e ainda com muitas pessoas acompanhando em motocicletas e carros.
A cavalgada contou também com muita segurança, tendo uma ambulância acompanhando e escolta de alguns seguranças da cidade. Teve comida, bebidas, água e prêmios para os participantes. Os patrocinadores do evento foram a Rede Lajedo (Supermercados) e o Mercadinho Miragem. Várias caravanas de cidades vizinhas estiveram presentes como: Caraúbas, Messias Targino, Pau dos Ferros, Patu, Portalegre, Tabuleiro Grande, Riacho da Cruz, Martins, Serrinha dos Pinto, Umarizal, Campo Grande, Itaú, Severiano Melo, Natal e muitas outras cidades.

A cultura da montaria mostrou sua força nesse maravilhoso evento, e foi muito aplaudido por todos que apreciaram e fizeram parte do evento. A comunidade e algumas autoridades como o prefeito Antônio Gomes de Amorim (Viçosa), vereadores de Viçosa e Riacho da Cruz, se fizeram presentes.

Do Na Hora RN