sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Piadas de Caipira


Janjão vaqueiro chegou para trabalhar na fazenda atrasado e todo desanimado, se arrastando, nitidamente estressado. Como ele era um bom vaqueiro, o patrão chamou ele em um canto e o aconselhou:
— Janjão por que você não faz como eu? Quando estou assim, vou para casa, tomo um banho, dou uma pegada na minha mulher e logo estou me sentindo um outro homem.
Janjão, ouvindo isso, sai disposto a seguir o conselho do patrão.
No final da tarde ele volta todo animado.
— E aí Janjão, deu certo? — perguntou o patrão.
-- Oxente!! Se deu patrão! Estou novo que nem um jegue! A sua mulher é boa toda!

NO MEU SERTÃO É ASSIM


VAQUEIRO ABANDONADO


SAUDADES NO MEU TEMPO DE CRIANÇA

MOENDAS DE ENGENHO











O SERTÃO DO NORDESTE
É RICO EM TRADIÇÃO
TEM COISA BONITA DE VER
QUE CAUSA ADMIRAÇÃO
COMO O ACERVO CULTURAL
QUE DE MODO ESPECIAL
CHAMA NOSSA ATENÇÃO

QUERO FALAR HOJE
DAS MOENDAS DE ENGENHO
QUE NA NOSSA TERRA EXISTE
AQUI FALAR DISSO VENHO
RELEMBRANDO O PASSADO
QUE NELE FUI CRIADO
MUITAS SAUDADES TENHO

JÁ FOI MOVIDO A BOI
POR MOTOR FOI TROCADO
ASSIM TENDO O TEMPO
O ENGENHO RENOVADO
É A TAL MODERNIDADE
TRAZENDO PRATICIDADE
QUE JÁ ERA ESPERADO

TEM NA FAZENDA CACHOEIRA
TERRA DE MINHA MÃE DINA
ESPOSA DE SEU AMÂNCIO
CASAL DE GRANDE ESTIMA
QUE ALI MOROU E VIVEU
O TRABALHO DURO CONHECEU
GENTE QUE NÃO DESANIMA

MEU PADRINHO NETO
ERA FILHO DESSE CASAL
GOSTAVA DE ENGENHO
TINHA UM GRANDE CANAVIAL
DA GARAPA FAZIA RAPADURA
COM OS TACHOS NA QUENTURA
O CALOR ERA INFERNAL

NETO CONHECEU SUZETE
COM QUEM VEIO A SE CASAR
ELA MORAVA NA FAZENDA
E NA CACHOEIRA VEIO MORAR
SUSSU NASCEU DESSA UNIÃO
SENDO ÚNICA SEM IRMÃO
QUE O CASAL VEIO A GERAR

O MESTRE DAS CALDEIRAS
ERA LUCAS DE TEREZINHA
QUE SABIA O PONTO
DA RAPADURA AMARELINHA
ERA ASSIM QUE NETO QUERIA
DOCE E CLARA COMO O DIA
FEITO MEL DE ABELHA RAINHA

ACHAVA BONITO DE VER
OS JUMENTOS CAMBITEIRO
QUE CARREGAVAM AS CANAS
E BOTAVAM NO TERREIRO
AO LADO DO ENGENHO
ERA UM TRABALHO FERRENHO
ELES FAZIAM O DIA INTEIRO


A CARGA DO JUMENTO
ERA BOTADA POR JURDÃO
QUE ENCHIA OS CAMBITOS
ATÉ ARRASTAR NO CHÃO
NETO DE NATIM CORTAVA
DEPOIS O JEGUE CARREGAVA
LIGEIRO COMO UM ROJÃO

A MINHA TIA SUZETE
CUIDAVA DA REFEIÇÃO
DE TODOS OS OPERÁRIOS
SEMPRE COM MUITA ANIMAÇÃO
ELA AJUDAVA O MARIDO
ANTES DO SOL TER SURGIDO
JÁ ESTAVA NO PÉ DO FOGÃO

ELES FAZIAM RAPADURA
O MEL E O ALFENIM
TRAZENDO AQUI PARA FEIRA
 QUANDO A MOAGEM TINHA FIM
VENDENDO A PRODUÇÃO
DE TODA EXTRAÇÃO
QUE ACABARA SEMPRE ASSIM

EU GOSTAVA DA GARAPA
BEBIA QUE NEM UM LEÃO
NUMA CAPEMBA DE COCO
ACOMPANHADA COM PÃO
LOGO BEM CEDINHO
ERA BOM ESSE GOSTINHO
DE GARAPA COM LIMÃO

DO ENGENHO SINTO FALTA
SÓ NOS RESTA A RECORDAÇÃO
DE MEU PADRINHO NETO
FICOU A SAUDADE SEM DIMENSÃO
DE UM GRANDE SERTANEJO
QUE SÓ TINHA O DESEJO
DE TRABALHAR NESSE SERTÃO

TEXTO: JATÃO VAQUEIRO

NOTÍCIAS DO CAMPO

Perspectivas de inverno

O semiárido da região Nordeste do país terá uma estação chuvosa normal, com boas chuvas. Essa foi a previsão dos especialistas que estiveram reunidos em Natal. Eles se reuniram na sede da Emparn, onde definiram o quadro da previsão climática para Norte e Nordeste do Brasil.


SEMENTES
 
Os secretários de Agricultura do Nordeste buscam o apoio do presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo, para reposição de bancos de sementes da agricultura familiar, que foram esvaziados em razão da seca dos últimos dois anos.  Eles reivindicam recursos do governo federal nos ministérios do Desenvolvimento Agrário e da Agricultura. No Rio Grande do Norte, são 1.150 bancos de sementes e, a maioria deles está com estoques reduzidos.


LIVRO

Os pesquisadores potiguares Amilton Gurgel Guerra e Vander Mendonça estão lançando mais um livro sobre a fruticultura. É o “Manual de Fruticultura Tropical – Banana, Caju, Goiaba e Mamão”. Com essa publicação, os autores pretendem difundir os novos conhecimentos e tecnologia na área da fruticultura. Os interessados podem adquirir o manual através do Clube dos Autores e do e-book.


ADUBO
 
As vendas de fertilizantes em janeiro cresceram 8,9%, na comparação com o mesmo mês de 2013, para 2,206 milhões de toneladas, puxadas sobretudo pela demanda para o cultivo do milho safrinha e cana, diz a Associação Nacional para a Difusão de Adubos. As cultura de algodão, café e trigo também demandaram fertilizantes no mês.

VACINAÇÃO

O Brasil mantém um alto índice de vacinação contra a febre aftosa e, com o resultado de 97,5%, obtido no ano passado, superou ao de 2012.  Entretanto, os estados da Paraíba, Rio Grande do Norte e Rio de Janeiro, que compõem a Zona Livre de Febre Aftosa, tiveram resultados menores que 90%, portanto abaixo do esperado. Para este ano, o Mapa dará maior atenção a estes estados. O país vem apresentando um bom desempenho na luta contra a aftosa, além da ampliação e manutenção das zonas livres.

LEITE

O preço do leite pago ao produtor brasileiro caiu ligeiramente (0,20%) em janeiro na comparação com dezembro, para a média de R$ 0,951 por litro, segundo a Scot Consultoria. Se comparado a agosto, quando o preço chegou ao seu pico histórico, a queda é de 6,1%. No atacado, o preço do leite longa vida caiu 24,7% desde agosto de 2013, diz a consultoria, e, no mercado varejista, a queda foi de 12,7% desde outubro, quando atingiu o pico. A expectativa é de aumento das cotações dos lácteos a partir de março, diz a Scot, em nota.


ENXERTIA

A Emparn promoveu  cursos de “Enxertia e Produção de Mudas de Cajueiro”  nos municípios de Caraúbas, na região Oeste e Cerro Corá, na Serra de Santana. Os cursos, promovidos pelo projeto Cajusol,  foram ministrados pelos pesquisadores  João Maria Pinheiro de Lima e Reinaldo Barros da Silva, com o objetivo de tornar os produtores aptos a fazerem a enxertia e a produzir suas próprias mudas de cajueiro, para renovar seus pomares, como as variedades anão precoce.

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

CURIOSIDADES

Tomar café todo dia, é prazeroso e faz bem para a saúde.


O café que é um dos produtos agrícolas mais importantes na historia da economia brasileira e que faz bonito na mesa de todos nós, tem na data de 24 de maio, o seu dia nacional. Como se não bastasse dar um toque de glamuor, fazendo as honras da casa do brasileiro, e ainda, ser instrumento de prazer ao iniciar de um novo dia ou ainda, dar o toque de elegância após a refeição, o fruto ainda nos dá inúmeras razões para não o deixarmos de lado. “A maior parte das ações benéficas do café devem-se aos efeitos conjuntos dos compostos bioativos do produto, principalmente à ação conjunta da cafeína e dos ácidos clorogênicos, que são os principais compostos antioxidantes do café”, diz a nutricionista Adriana Farah. 

Dez motivos para se tomar café diariamente:
1- Produz sensação de bem-estar e de conexão com a vida e ajuda a prevenir a depressão; Um café torrado adequadamente, com um teor saudável de cafeína, ácidos clorogênicos e lactonas, ajuda na prevenção à depressão;
2 - Melhora o desempenho cognitivo, aumentando a concentração e a capacidade de aprendizado; O café é a única bebida que estimula o intelecto;
3 - Pode aumentar a expectativa de vida, ajudando a prevenir doenças coronarianas e degenerativas em geral;
4 - Ajuda a prevenir o declínio cognitivo, demência e doença de Alzheimer; Pesquisadores da Universidade do Sul da Flórida, nos Estados Unidos, descobriram que a cafeína bloqueia a formação das “placas” associadas ao Alzheimer. Outro estudo, realizado entre 1972 e 1987, determinou que os consumidores de café na idade adulta corriam um menor risco de sofrer demência ou o Mal de Alzheimer em comparação aos que não bebiam. Ou seja, aqueles que consumiam de três a cinco xícaras ao dia registraram um risco 65% menor do que aqueles não tomavam a bebida;
5 - Ajuda a prevenir a doença de Parkinson; Pesquisadores observaram, pela primeira vez, em estudos com animais, que a cafeína ajudava a superar a rigidez e os problemas de mobilidade – principais características da enfermidade. Perceberam, ainda, que a substância presente no café também pode retardar a degeneração das células que produzem a dopamina;
6 - Ajuda a prevenir e a combater o diabetes tipo 2, principalmente o café descafeinado;
7 - Ajuda a combater dores, inclusive certos tipos de dor de cabeça;
8 - Tem efeito antibacteriano contra as principais bactérias causadoras da cárie e contra bactérias intestinais nocivas;
9 - Ajuda a proteger o fígado contra cirrose e outras doenças hepáticas degenerativas;
10 - Bom para a pele; O teor dos antioxidantes fenólicos dos grãos verdes denominados clorogênicos é maior no conilon do que no arábica. Os fenóis do café possuem efeito protetor contra o câncer de pele. O café não possui flavonóides que impermeabilizam a membrana da pele contra os raios UV, mas ajudam no tratamento de lesões causadas por exposição excessiva ao sol.

Fonte:  Globo Rural
http://www.walterbatista.com.br

CULINÁRIA NORDESTINA

Bobó de Camarão

Ingredientes
750 gr de camarão rosa
750 gr de mandioca em pedaços médios
1/2 unidade de pimentão vermelho picado
1/2 unidade de pimentão verde picado
3 tomates sem pele e sem sementes
1 cebola picada
2 dentes de alho amassados
1/2 xícara (chá) de azeite de dendê
50 ml de azeite de oliva
100 ml de leite de côco
1 litro de água
1 limão
quanto baste de coentro
quanto baste de pimenta de cheiro
quanto baste de sal

 
Modo de preparo
  • Descasque os camarões, afervente as cabeças e as cascas em um litro de água salgada. Coe a água e reserve.
  • Retire o fio central da mandioca e, em seguida, cozinhe na água reservada e processe (bata em liquidificador ou processador) ainda quente. Reserve este creme.
  • Salteie os camarões (temperados com sal e limão) no azeite de oliva e alho. Reserve.
  • Na mesma panela (com o resíduo de azeite e alho), adicione os pimentões, depois a cebola e por último o tomate. Depois refogue.
  • Acrescente o creme da mandioca, deixe ferver por mais ou menos sete minutos.
  • Acerte o sal e finalize com os camarões salteados, o azeite-de-dendê, o leite de côco, a pimenta e o coentro.

NOTÍCIAS

Madeira para renda do agricultor e preservação para a Caatinga
Na Caatinga, o desmatamento tem atingido níveis preocupantes, principalmente na região da chapada do Araripe, entre os estados do Ceará, Pernambuco e Piauí. Nessa região, a madeira obtida é usada principalmente como lenha. Com o objetivo de recuperar as áreas degradadas e prevenir novas devastações na Caatinga, garantindo também a renda do produtor, a Embrapa tem realizado pesquisas sobre o plantio de eucalipto para a formação de florestas energéticas.
A exploração da vegetação nativa de forma não sustentável gera degradação e graves danos ambientais. Com a experiência das florestas energéticas que são constituidas de árvores plantadas e cultivadas especificamente para a extração de madeira, o objetivo é fornecer uma alternativa rentável de obtenção de madeira, prevenindo que o desmatamento avance e promovendo a preservação do bioma nativo.
da redação do Nordeste Rural

CURIOSIDADES

As abelhas também precisam de ração balanceada para superar a seca
 
A ração para abelhas é um instrumento importante para que os insetos não abandonem os apiários  por falta de alimentos na época da seca. O engenheiro agrônomo José Fernandes Neto, da Empresa Bahiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), explica que a apicultura é uma atividade lucrativa, mas a forma de produção mais utilizada no semiárido é a extrativista, em que o apicultor retira o produto, mas não assiste às abelhas.
Como toda cultura no semiárido, a apicultura também requer cuidados especiais para que a seca não prejudique a produção. No caso das abelhas, alguns cuidados simples, como a disponibilização de ração e água, podem garantir a preservação do enxame.
Geralmente o produtor retira o mel na época da chuva, o que faz com que as abelhas ficam sem reservas para a época da seca, abandonando o apiário em busca de alimento. Para grantir a permanência das abelhas, é importante que o produtor forneça ração e água aos insetos. A ração não substitui os nutrientes do pólen, mas é suficiente para manter as abelhas sadias durante a seca.
Da redação do Nordeste Rural

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

FELIZ ANIVERSÁRIO MINHA FILHA HELENA LÚCIA

No dia 27 de fevereiro
Algo fascinante aconteceu
No período do carnaval
A nossa Helena nasceu
Uma filha muito amorosa
Linda e maravilhosa
Presente que Deus nos deu


No dia do nascimento
Muito ansioso esperava
A notícia do hospital
Para saber como ela estava
A notícia logo chegou
A médica a mim falou
Nasceu quem você esperava

Mossoró foi a cidade
Bela e privilegiada
Pois foi nela que nasceu
Uma criança abençoada
A minha filha Helena
Bonita como açucena
Por toda família amada

Nunca vi uma criança
Ter um brilho forte assim
O brilho de Helena parece
Não ter começo nem fim
Eu vos falo nesse cordel
"Nem uma foto de papel
Brilha como ela pra mim"

Ao passar dos anos
Vemos você crescer
Eu, seu irmão e sua mãe
Amamos ainda mais você
Hoje com dez anos de idade
Nos trazendo felicidade
Logo ao amanhecer

Jesus nos presenteou
Com o brilho do teu olhar
O afago de tuas mãos
Teu jeito faceiro de andar
Teu brilho nos irradia
Logo que amanhece o dia
Na hora que vamos rezar

Hoje é seu aniversário
Nosso presente é você
Nas linha desse cordel
Que acabo de fazer
Quero aproveitar o embalo
E com carinho lhe falo
"Helena nós amamos você"

Feliz Aniversário Minha Filha
JATÃO VAQUEIRO

NOTÍCIAS

Helicoverpa armigera: conheça a lagarta

Helicoverpa armigera é uma lagarta identificada recentemente, que tem surpreendido produtores e pesquisadores pelo seu poder de destruição, causando prejuízos principalmente às lavouras de milho, soja e algodão.

A Helicoverpa armigera é uma lagarta que vem causando inúmeras perdas em lavouras brasileiras desde 2012 e tem surpreendido produtores e pesquisadores por seu poder de destruição. Até o início de 2013, a praga não havia sido identificada no Brasil, por isso produtores e pesquisadores pensavam que a causadora dos prejuízos seria a Helicoverpa zea, conhecida como lagarta da espiga do milho. De acordo com a Embrapa, a campo, é quase impossível identificar a Helicoverpa armigera e separá-la da subespécie zea. Apenas exames laboratoriais têm condições de diferenciá-las.
 
O aumento da incidência da lagarta Helicoverpa zea, mais conhecida como lagarta da espiga do milho, deve provocar prejuízos estimados em R$ 2 bilhões. Somente no oeste da Bahia, onde é maior a incidência da praga, as perdas devem chegar a R$ 1 bilhão, de acordo com a Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa). Os prejuízos incluem o aumento dos gastos com inseticidas para controle da praga e as perdas de produtividade em lavouras de soja e algodão
.
Fonte. Mapa
http://saovicentern.blogspot.com.br/

NOTÍCIAS

Dilma: governo destina R$ 21 bilhões para financiar a agricultura familiar


A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (24) que o governo destinou R$ 21 bilhões para financiar a safra de 2013/2014 da agricultura familiar, dos quais R$ 13,7 bilhões já foram contratados pelos pequenos produtores. Segundo ela, os agricultores estão aproveitando o crédito barato do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para expandir a produção e comprar máquinas e equipamentos.

“São mais tratores, mais caminhões, equipamentos de irrigação e resfriadores de leite, aumentando a produtividade nas lavouras e nas criações da agricultura familiar”, disse. No programa semanal Café com a Presidenta, Dilma informou que o pequeno agricultor também pode se beneficiar das inovações tecnológicas. “No Pronaf Inovação, o crédito é bem barato para incentivar o cultivo protegido de hortifrutigranjeiros, para a automação da avicultura e da suinocultura, e também para atualização tecnológica da bovinocultura de leite.”
http://www.blogrgnews.com/

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

REALIDADE NORDESTINA HOJE E SEMPRE

A PIADA DO DIA

Piadas de Caipira

Lurdes, esposa de Abdias vaqueiro, após descobrir que seu marido sofreu um grave acidente voltando de uma vaquejada, entra correndo no hospital de Munguengue e grita:
— Meu marido doutor! Onde está o meu marido? Pelo amor de Deus.
O médico logo se aproxima e diz:
-- Não se preocupe, minha senhora... Da cintura pra baixo, seu marido não sofreu nenhum arranhão.
— Que bom, doutor. E da cintura pra cima?
-- Bem, minha senhora... isso eu já não posso dizer!! Esta parte ainda não chegou aqui no hospital.

RETRATO DO NOSSO PAÍS

BRASIL CABOCLO

Brasil da independência
Do pequeno agricultor
Do camponês sofredor
Por causa da incompetência
De quem tá na presidência
Que da vez ao mensalão
Propina e corrupção
Os desvios não são pouco
Neste Brasil de caboco
De mãe preta e pai João.

Brasil de grande pobreza
De miséria e sofrimento
Onde o progresso é lento
Num país de incerteza
A elite da nobreza
É uma decepção
Saúde e educação
Se têm vejo muito pouco
Neste Brasil de caboco
De mãe preta e pai João.

Brasil que é governado
Por político incompetente
Que não valoriza gente
Que trabalha no pesado
E o menor abandonado
Vive sem ter proteção
Brasil da corrupção
Quem trabalha ganha pouco
Nesse Brasil de caboco
De mãe preta e pai João.

Brasil de muitos doutores
De escritores e poetas
De artistas e atletas
Também de educadores
Mas aqui os professores
Que fazem educação
Não tem valorização
Mas trabalha feito louco
Nesse Brasil de caboco
De mãe preta e pai João.

Brasil país de Pelé
Dos contrastes sociais
O país dos carnavais
Do samba, funk e axé
Patativa do Assaré
Tem pouca admiração
Luiz o rei do baião
Hoje é lembrado por poucos
Nesse Brasil de caboco
De mãe preta e pai João

Brasil de um povo sofrido
Mas também de empresários
País de altos salários
Num sistema corrompido
Onde o pobre é esquecido
Sem ter vez nem proteção
No país da exclusão
Quem mais tem diz que tem pouco
Nesse Brasil de caboco
De mãe preta e pai João

Brasil de música indecente
Onde a mulher se aprofunda
Ganha pra mostrar a bunda
Num palco cheio de gente
E o povo todo contente
Achando ser diversão
Enquanto isso o mensalão
No senado não é pouco
Nesse Brasil de caboco
De mãe preta e pai João

Brasil de muita cobiça
De culto ao materialismo
Onde a lei do imperialismo
Deixa a verdade omissa
Desonrando a justiça
E a moralização
Brasil de grande nação
Mas a riqueza é pra poucos
Nesse Brasil de caboco
De mãe preta e pai João

Mesmo com desigualdade
O que nos deixa contente
É poesia e repente
Cultura de qualidade
Onde se mostra a verdade
Valorizando a nação
O poeta do sertão
Tira a gente do sufoco
Neste Brasil de caboco
De mãe preta e pai João.
Rariosvaldo

NOTÍCIAS

Henrique Alves e bancada do Nordeste discutem reestruturação do Dnocs

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), reiterou, nesta terça-feira (25), a necessidade de reestruturação do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), que é vinculado ao Ministério da Integração Nacional, e de conceder maior autonomia administrativa ao órgão.

Ele tratou do assunto com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, e parlamentares do Nordeste. Além de novas atribuições, como uma possível atuação nacional do órgão, os parlamentares defenderam medidas emergenciais para que o Dnocs possa atuar efetivamente em ações de enfrentamento das secas e convivência com as estiagens prolongadas. O sucateamento do órgão estaria dificultando ações até de abastecimento na região, que é castigada por mais um longo período sem chuvas.

O Dnocs é o principal órgão do governo federal responsável pela política de infraestrutura hídrica do Nordeste, mas enfrenta problemas com a falta de pessoal na estrutura administrativa e técnicos especializados para implantação de novos projetos, além da manutenção dos que existem.

“Não podemos desperdiçar essa longa experiência do Dnocs na construção de grandes reservatórios e de pequenas obras hídricas, produção de alimentos e pescado”, ressaltou Henrique Eduardo Alves. Ele destacou que fortalecer a produção de alimentos é um meio de reduzir a pobreza da região.
http://www.ranielegomes.com.br/

COMENTÁRIO DE UMA WEB LEITORA DO BLOG JATÃO VAQUEIRO







Aucilene Sousa
Início da conversa no bate-papo
há 19 minutos via Facebook
Olá Jatão tudo Bem? gostaria de parabenizar seu blog,pois em 2012 fui diretora de um escola na comunidade de lajes Município de Serrinha dos Pintos, trabalhamos um projeto sobre o centenário de Luiz Gonzaga, e nossas fontes mais preciosa foi seu blog, levávamos as turmas para o laboratório de informática, abria seu blog e cada grupo trabalhava um tema: os cordéis, culinárias e poesias.

 
 
Assim saiu um trabalho muito bem feito, com apresentação para toda comunidade, vc ficou bem famoso com os alunos, que ficaram visitando seu blog e trazendo as novidades para escola. como o tempo é bem corrido nunca lembrei de enformar a vc como seus cordéis foram importantes para o nosso trabalho. Parabéns seu trabalho é muito bem feito, vc fala do sertão com muito amor no seu coração.
PROFESSORA AUCILENE
SINTO-ME GRATIFICADO
POR TER CONTRIBUIDO
COM ESSE APRENDIZADO
SOU AMANTE DA CULTURA
AO DESCER NA SEPULTURA
DEIXAREI ESSE LEGADO
ESSA É MINHA MISSÃO
MOSTRAR MEU SERTÃO
TERRA QUE FUI CRIADO
 
OBRIGADO PELO RECONHECIMENTO
JATÃO VAQUEIRO

COISAS DO SERTÃO


A seca e a flor!

Vixe, lá em vovó tinha um desses ai! Rádio SEMP

Doce de leite é no fogão a lenha! Bora?!

Cancela a moda do sertão antigo

E que nunca falte coragem ao povo nordestino.

Rede Social? Arri égua macho véi

Que cachorro o que macho? O Jumento é o melhor amigo do homem!

Som de carro? Que nada! Olha ai o som do Cabra macho!!!! Burro Pancadão!!!!

"O Nordestino é antes de tudo, um FORTE"

VAQUEJADAS

VAQUEJADA NA ÚLTIMA SEMANA DE MARÇO
OLHO D'ÁGUA DO BORGES-RN
PARQUE CAETANO NETO
PREMIAÇÃO: R$ 5.000,00
ORG: PEDÃO
 
Foto: TODO MUNDO LÁ
 
 
 

 

SUA SANTIDADE PAPA FRANCISCO

‘Brasileiros roubaram meu coração. E roubaram bem’, diz papa Francisco!


Dom Orani confidenciou as palavras do Papa em uma rápida coletiva de imprensa no colégio Pio Brasileiro de Roma na tarde deste domingo.

O papa Francisco aproveitou a viagem de dom Orani Tempesta a Roma para mandar um recado ao Brasil: ”O Brasil tem meu carinho. Vocês são uns ladrões. Roubaram meu coração”, disse o Papa na frente de todos os cardeais.

Depois de cumprimentar todos os 18, voltou até dom Orani e disse: “E como sabem roubar bem”, disse, rindo. Dom Orani contou esse episódio em uma rápida coletiva de imprensa no colégio Pio Brasileiro de Roma na tarde deste domingo.

Fonte:Terra
muralderiachodacruz.blogspot.com.br

NOTÍCIAS

MPRN recomenda que prefeito de Umarizal se abstenha de gastos com carnaval

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), através da Promotoria de Justiça da Comarca de Umarizal expediu recomendação ao prefeito Mano Onofre determinando que o mesmo se abstenha de realizar despesas com eventos festivos, incluído a contração de artistas, serviços de “buffets” e montagens de estrutura para eventos, enquanto durar o estado de emergência no Município em razão da seca, e, principalmente, durante o período carnavalesco que se aproxima.

A recomendação considera todos os decretos assinados pela Governadora do Estado do Rio Grade do Norte, que declararam e prorrogaram a situação de emergência em 160 (cento e sessenta) municípios do Rio Grande do Norte afetados por Desastres Naturais Relacionados com a Intensa Redução das Precipitações Hídricas em decorrência da Estiagem (seca), dentre eles o município de Umarizal.

Uzl em Fotos

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

PIADA DO DIA


A morte do vaqueiro - Zé Ramalho


Piadas de Caipira


Ernestina esposa de seu Juvenal vaqueiro, muito discreta, entra no consultório do dentista em Munguengue, depressa levanta a saia, tira a calcinha e senta-se na cadeira com as pernas escancaradas.
Espantado com a sena, o dentista fala:
— Desculpe dona, a senhora se enganou! O ginecologista fica no prédio ao lado!
-- Não me enganei coisíssima nenhuma — diz Ernestina. --Na semana passada estive aqui com o meu marido, o senhor lembra?
— Eu lembro sim, eu lembro... eu até coloquei uma dentadura nele...
-- Pois é... então, trate de encontrar a dentadura dele que está ai em algum lugar!

CULINÁRIA NORDESTINA

Receita de Tempero Caseiro da Roça
Receita de Tempero Caseiro da Roça - Receitas Culinárias
Decidi fazer um tempero caseiro bem prático para facilitar meu dia-a-dia e obter um produto isento de conservantes.

INGREDIENTES DA RECEITA:

  • 2 cebolas grandes picadas
  • 4 colheres de alho triturado ou 6 dentes de alho descascado
  • 1 maço de cheiro verde – salsa e cebolinha
  • 1 pimentão vermelho sem sementes
  • 1 colher de chá rasa de sal
 
Modo de preparar:
 --Bata todos os ingredientes para que virem uma pasta bem homogeneizada.
--Use no preparo comum das receitas salgadas.
--A duração deste tempero é de 3 meses na sua geladeira. basta guardá-lo num vidro bem esterilizado e não colocar utensílios usados.

- Use o tempero caseiro em tudo que você usaria o tempero pronto.

Receita de Carne seca Frita com Batata Frita
Receita de Carne seca Frita com Batata Frita - Receitas Culinárias

INGREDIENTES DA RECEITA

  • 500 Grama(s) de CARNE SECA
  • 1 Quilo(s) de BATATA
  • ÓLEO PARA FRITAR a gosto
  • 1 Unidade(s) de CEBOLA PICADA
  • 3 Unidade(s) de DENTES DE ALHO AMASSADOS
  • 2 Unidade(s) de TOMATES SEM PELE E SEM SEMENTES PICADOS
  • 1 Unidade(s) de PIMENTÃO PICADO
  • 100 Grama(s) de MOLHO DE TOMATE PRONTO
  • SALSINHA PICADA P/ ENFEITAR a gosto

Modo de Preparar:
  • 1. Lavar em água corrente a carne seca e cortar pedaços finos e grandes. Levar ao fogo em panela de pressão com água por 25 minutos depois do apito. Tirar a pressão abrir a panela e escorrer toda a água. Levar uma panela ao fogo e fritar o alho, juntar a carne, a parte frite as batatas depois misture tudo e sirva em seguida.

DIGA QUE É MENTIRA!!

A CARA DO BRASIL

 O povo já está cansado
Com a falta de punição
Padece a população
Num Brasil desgovernado
Onde o povo é obrigado
A fazer sua própria lei,
E se é correto, não sei,
Mas onde falta o poder
A desordem se prever
No seio de cada grei.
*
O caos já foi decretado
E nas manifestações
Se abate gente a rojões,
Ônibus é incendiado,
Ladrão em poste amarrado,
E um sossego moribundo
Espera a copa do mundo
Nesta terra antes gentil
No degradado Brasil
Que no desmando vai fundo.
*
Do que adianta prender
Se a justiça vai e solta
Precisamos de escolta
Que possa nos defender
Desta corja do poder
Que tem caneta na mão
Do político ladrão
Que é o exemplo maior
Do que se tem de pior
Nesta falida nação.
*
Sei que: “quem com ferro fere
Com ferro será ferido”
Se existe caça ao bandido
Ao descaso se confere
Não há nada que se espere
Deste reino da baderna
Onde o homem da caverna
Teve que ressuscitar
Pra combater e matar
Em onda nada fraterna.

*
Texto de Dalinha Catunda  
 
DO BLOG JATÃO VAQUEIRO:
O BRASIL TÁ MESMO ASSIM
COMO AQUI RETRATADO
O POVO TODO REVOLTADO
FAZ PASSEATA E MOTIM
PARA ISSO TER UM FIM
SÓ DEPENDE DE VOCÊ
PROCURE LOGO APRENDER
O JEITO CERTO DE VOTAR
PARA NOS GOVERNAR
SAIBA O CANDIDATO ELEGER
 
TEXTO: JATÃO VAQUEIRO

NOTÍCIAS

Brasil quer ser o maior produtor mundial de alimentos
  
Os produtores brasileiros se preparam para, mais do que colher uma safra de cerca de 200 milhões de toneladas de grãos, aproximar o país do posto de maior produtor de alimentos do mundo. Na safra 2013/14, outro feito já deve ser alcançado, que é a liderança mundial na produção de soja, que pode alcançar até 95 milhões de toneladas na temporada atual, segundo o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Andrade.
Segundo levantamento da Assessoria de Gestão Estratégica do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (AGE/Mapa), o Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio deve somar R$ 1,03 trilhão em 2014, valor 4% maior ao obtido no ano passado (R$ 991,06 bilhões). Se confirmado esse resultado, o PIB do setor terá um crescimento de 34% em dez anos – em 2005, foram R$ 769,2 bilhões.
da redação do Nordeste Rural

NOTÍCIAS

É triste. Mas é real e verdadeiro


José Vieira
Presidente da FAERN - Federação da Agricultura e Pecuária do RN


O RN, infelizmente, não mostrou até agora caminhos concretos para a convivência produtiva com a seca. Precisamos de obras estruturantes que atendam, de forma emergencial e permanente, desse grave problema.

A falta de chuvas nos últimos dois anos tem provocado uma situação insustentável para o homem do campo com consequências trágicas para as atividades do agronegócio, como a pecuária, a agricultura e a agricultura familiar.

O empobrecimento das cidades e a falta de perspectivas, aliadas a falta de planejamento e de uma política verdadeira de convivência com esse fenômeno, projeta para a economia do Rio Grande do Norte um futuro incerto.

Não se trata de traçar um quadro alarmista nem muito menos negativista. Mas, infelizmente, essa é a realidade que não se pode esconder nem dá mais para dela fugir. Vimos alertando os governos estadual e federal sobre esse problema já há algum tempo.

Hoje, vemos esse quadro se agravar com a redução significativa dos volumes de água em praticamente todas as nossas bacias hídricas. Uma situação lamentável, pois mesmo com chuvas que caiam esse ano, não veremos resolvidos os problemas dos produtores rurais; e ainda temos o agravante de desabastecimento de água para o consumo humano.

Rodrigo Sena/Arquivo TN

CIRCUITOS E CAMPEONATOS DE VAQUEJADAS




sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

TOADAS E ABOIOS

A PIADA DO DIA

Piadas de Caipira

O forró estava comendo solto na vaquejada em Munguengue e Mariazinha estava encostada numa parede quando chega Juca vaqueiro, um cabra feio, desengonçado, que transpirava e suava demais se aproximou dela e a chamou para dançar.
Ela, muito sem graça, por educação, acaba aceitando. Mas o rapaz suava tanto, mas tanto, que uma hora ela não agüentou mais e disse:
Você sua, hein moço?
Nessa hora, Juca sorriu — sem dentes — a boca podre e apertando Mariazinha com força respondeu:
-- Tombém vô sê seu, minha princesa!

A FOME MATA E MALTRATA O SER HUMANO

TRISTE CENÁRIO

Dói ver gente com fome
nesse país de fartura
muitos comendo lixo
nas mãos da amargura
o choro manchando a face
num rincão onde nasce
milho, feijão e doçura

É triste começar o dia
sem nada para comer
o semblante só declina
os olhos não querem ver
a boca fica vazia
com fome a mão esfria
melhor não amanhecer

Você vê o horizonte
e fica imaginando
as voltas que o mundo dá
aí,então, matutando,
nota que não tem sonho
é só mero ser bisonho
que a fome tá matando

Assim, desconcertado,
sem rumo feito zumbi
pó que o vento levanta
casca de abacaxi
é mais um dia de fome
um mendigo sem nome
que nunca irá sorrir

Quem tem pena de você
a figura esquecida
a mosca pisoteada
a sombra esmaecida
a floresta devastada
a fogueira apagada
a roupa toda puída?

A comida que lhe falta
sobra no lar do rico
vira resto de lixo
e resquícios no penico
lá ele tem fartura
mas você, na penúria,
é Zé, é Severino, é Chico

É triste esse cenário
lembra filme de terror
porque fome é horrível
é total falta de amor
parece tempestade
destruindo a cidade
provocando morte e dor

Por que a desigualdade
se somos todos iguais?
Mas o pobre é esquecido
nas convenções sociais
ninguém lhe dá atenção
é resto jogado ao chão
capacho dos maiorais

Nas esquinas pedintes
clamando por esmola
pelas ruas crianças
sem o norte da escola
todos passando fome
são figuras sem nome
riscos toscos da sola

Folhas farfalham tristes
aves cantam chocadas
nuvens se desencantam
com chuvas arrasadas
até a brisa lamenta
a terra não apascenta
bocas desamparadas

São eles nossos irmãos
conforme a cristandade?
Por que damos as costas
ao amor e à caridade?
Se nós pregamos amor
acabemos com o horror
da fome na cidade

Gilbamar de Oliveira Bezerra